FURADEIRA COM BASE MAGNÉTICA

Furadeira com base magnética




Trabalhamos com dois conceitos de bases magnéticas para furadeiras.

 

 

PRIMEIRO TIPO

Base magnética composta de corpo e eletroímã de fixação utilizada para a adaptação de uma furadeira já existente: marcas Bosch, Black & Decker ou similar.

O peso total aproximado de uma base c/ furadeira varia de 13 a 45 Kg e o diâmetro máximo a ser furado não ultrapassa o 32mm, em função das limitações das furadeiras existentes no mercado.

 


 

 

SEGUNDO TIPO

Bases magnéticas com furadeira já incorporadas, para utilização preferencial de brocas tipo copo (também chamadas de brocas fresa, brocas anulares e brocas Rotabroach). As capacidades variam de 30 a 200mm (num único passe!), com pesos próprios que variam de apenas 8,6Kg até 53Kg!

Estas furadeiras possuem sistema de lubrificação automática, sensores de segurança, acionamento independente da base magnética e, dependendo do modelo, possuem sistema de reversão e velocidade variável permitindo a execução de roscas.

 

Porque as Furadeiras com base magnética incorporada tem capacidade de furação tão elevada?

Porque, apesar de poderem operar com qualquer tipo de broca, foram projetadas para uso com brocas copo.
Também chamadas de brocas “fresa”, possuem enorme capacidade de corte!

 



Devido ao número de arestas cortantes ser maior que o das brocas helicoidais comuns (que possuem somente duas), consegue-se maximizar o avanço, devido à melhor distribuição da carga entre estas mesmas arestas. O “sistema de furação anular” corta apenas um anel ao redor do furo, convertendo em chips de metal, uma pequena fração do volume cortado. Um pino piloto central permite a centragem da broca e facilita o início da furação.



Veja abaixo VANTAGENS!

Economia de energia na operação que se traduz em um ou mais dos itens abaixo:

  • maior rapidez na furação devido ao maior avanço conseguido ou,
  • menor desgaste da máquina ou,
  • aumento da capacidade de furação da máquina - furos que necessitavam de 2 ou mais passes, podem ser executados em uma única vez.
  • melhor acabamento do furo com a quase inexistência de rebarbas;
  • o cilindro resultante da furação, chamado slug (que tem o diâmetro igual ao diâmetro interno da broca) pode ser reaproveitável;
  • menor aquecimento da peça.
Na prática, a utilização deste “conceito” de furação permitiu o desenvolvimento de bases magnéticas PORTÁTEIS com ENORME capacidade de furação.
Importante: As brocas anulares podem ser reafiadas. Inúmeras reafiações são possíveis pelo fato de se retirar em cada uma delas, apenas milésimos de material. Podem ainda ser revestidas de Titânio e outros materiais de altíssima dureza, para a furação de aços especiais e outros materiais. Existe também a versão com metal duro.